Objetos de decoração criativos, outdoors com sacadas geniais, logotipos inovadores e revistas com um design capaz de chamar nossa atenção de longe. Apesar de poucas pessoas perceberem, muitos dos itens que existem à nossa volta foram originalmente imaginados e desenvolvidos por designers. Será que você conhece a importância desta profissão e as suas inúmeras áreas de atuação? Confira!

Unindo ideias e funcionalidade

O designer gráfico é o profissional que trabalha com design gráfico - é preciso um pouquinho de atenção para não confundir os dois termos. Esse profissional é alguém focado em solucionar problemas de uma maneira inovadora, preocupando-se com a funcionalidade e aliando técnicas complexas ao bom gosto estético.

Muito mais do que apenas desenhar logotipos, esse profissional é extremamente importante em nosso dia a dia e não apenas traz praticidade, mas também ajuda marcas e empresas a construírem relacionamentos ainda mais sólidos com seu público.

O design e a solução de problemas

O design gráfico é um campo de conhecimento extremamente amplo e, por isso, seus profissionais podem exercer uma grande gama de atividades. Nesse caso, é importante ressaltar que as técnicas são inúmeras - assim como os problemas - e é necessário um processo extenso de estudo para cada uma delas. Por isso, em determinadas situações, um designer terá o know-how necessário para solucionar problemas específicos, independentemente de sua complexidade.

Seja por interesses pessoais ou necessidades relacionadas ao mercado de trabalho, cada profissional busca a expertise relacionada a uma área específica do design, dedicando-se a compreender o máximo possível de um segmento. Abaixo, nós listamos as principais especializações para os designers. Acompanhe!

Produtor gráfico

É o designer responsável pela produção de peças que serão impressas, como folders, revistas, cartazes, jornais e os mais variados tipos de suportes, como adesivos, embalagens e outdoors. Este profissional possui o domínio dos softwares relacionados a edição de imagens, editoração e vetorização, e também entende com profundidade todas as questões ligadas à impressão, como as diversas paletas de cores, tipos de papel, cortes e acabamentos, por exemplo. Além disso, possui os conhecimentos necessários para o fechamento de arquivos, configurando-os da maneira correta para evitar erros e garantir que o projeto saia exatamente como foi concebido.

Designer digital

Muito requisitado hoje em dia, o designer digital é aquele responsável pela criação de peças destinadas aos meios digitais e que costumam aparecer em sites, blogs, redes sociais e outras plataformas on-line. Também expert nos softwares relacionados a edição e alteração de imagens, editoração e vetorização, este profissional deve dominar todos os conhecimentos necessários para adaptar suas artes aos diversos dispositivos digitais.

Brand designer

O designer também é um dos profissionais responsáveis pela criação e execução da identidade visual das marcas que nós conhecemos. Seu papel é conceber uma solução visual capaz de sintetizar e representar a marca, seus valores e posicionamento, dialogando diretamente com o público-alvo. Além do logotipo, este processo de criação ainda envolve a elaboração do manual de identidade visual, cujo objetivo é estabelecer as regras gerais para o uso do logo da marca, definindo o uso de cores, tipografias, elementos e os demais parâmetros de comunicação.

Ilustrador

É o profissional dedicado à produção de imagens ilustradas. É comum encontrar um designer que, entre outras habilidades, domina a arte da ilustração, assim como existem os profissionais inteiramente dedicados a este segmento do design gráfico. Com uma grande variedade de estilos, muitos ilustradores optam por se dedicar e estudar um estilo único, praticando e desenvolvendo seu traço pessoal.

Animador

Há também os designers gráficos que se especializam na arte da animação. Aqui, é importante ressaltar que existe uma grande gama de estilos quando se trata de animar cenas e, por isso, é extremamente comum encontrar profissionais que se dedicam a um único estilo, desenvolvendo ao máximo seu potencial criativo.

A animação tradicional é uma das mais conhecidas, já que é normalmente utilizada nos filmes Disney. É a mais antiga e também a mais trabalhosa, pois utiliza gráficos 2D. O stop-motion, por outro lado, é uma técnica similar, mas envolve composições físicas com objetos animados manualmente. Já o motion graphics envolve a animação de gráficos previamente gerados. Por fim, a animação 3D é uma das mais comuns em grandes produções cinematográficas, e é responsável por representar cenas de uma maneira extremamente realista.

Web designer

Outra área de atuação muito comum para os designers gráficos é o web design, segmento responsável pelo desenvolvimento de sites, softwares e aplicativos diversos. Além dos conhecimentos estéticos e do domínio de softwares voltados para a área do design, esse profissional também deve ter familiaridade com os códigos de programação.

Dentro desse cenário, existe o UI designer, profissional dedicado a desenvolver as interfaces para o usuário, originando layouts e preocupando-se com a maneira como o usuário irá interagir com eles de maneira intuitiva. Já o UX designer tem ligação direta com os fatores lúdicos das plataformas, sendo responsável por criar um vínculo emocional ainda mais forte com a marca.

Perfil e mercado de trabalho

Se engana quem pensa que o designer gráfico é, no final das contas, apenas um desenhista. Este profissional deve ser criativo, ter ideias inovadoras, afinidade com as artes e, consequentemente, um bom senso estético, e ainda ter facilidade com softwares e plataformas digitais.

O designer gráfico pode trabalhar em espaços bem diferentes e, por isso, pode ser contratado por agências de publicidade, editoras, emissoras de televisão, produtoras de vídeo, escritórios e estúdios especializados em design, e também por departamentos de comunicação relacionados a empresas de segmentos variados.

Outra característica muito interessante desta profissão é que seu mercado de trabalho está em constante expansão e atualização. Por isso, o designer gráfico deve sempre estar atento às tendências gráficas e também aos novos comportamentos de consumo do público. Além disso, é comum que esse profissional trabalhe como freelancer e produza peças variadas para diversos clientes diferentes ao mesmo tempo.

Curtiu as diferentes segmentações que a carreira de um designer gráfico pode ter? Aqui na Prepara Cursos você encontra um curso de design gráfico completo, com a estrutura necessária para aprender os fundamentos do design, e aí #partiunovaprofissão!      

E se você está focado em conquistar novas oportunidades ao longo deste ano, confira também as 5 metas profissionais para se ter em 2019. No entanto, caso você esteja buscando a recolocação no mercado de trabalho, não deixe de dar uma olhadinha nas nossas dicas!

Venha para a Prepara!

Para se dar bem no futuro, é essencial começar desde agora. Então conheça os cursos da Prepara e #partiusucesso!