Profissionais que falam inglês ganham até 21,78% a mais do que os demais trabalhadores. O estudo considera cargos de liderança, ou seja, diretor, gerente, coordenador, supervisor ou chefe.